Semana dos FII

Semana dos FII 10/09 a 14/09

relatórios fundos imobiliarios FII

Olá, segue o resumo da semana dos Fundos Imobiliários, contendo a variação do IFIX e os Fatos Relevantes e Relatórios Gerenciais da semana que passou!

Semana de leve baixa para o índice dos do Fundos Imobiliários, o IFIX continua na sua trajetória de lado, independente da oscilação dos juros futuros. Semana foi agitada com fatos relevantes sobre os FII.

ifix

HGBS11

Fomos surpreendidos por uma proposta de administração do maior fundo de shoppings listado, o HGBS11. Esse fundo é administrado pela CSHG, CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO, e pela proposta será administrado pela HEDGE INVESTMENTS.

A HEDGE é dirigida por André Freitas, ex-diretor da CSHG que por muito tempo administrou os fundos imobiliários da CSHG, então ele deve conhecer esse fundo muito bem.

Pela proposta não será apenas uma mudança de administração, mas terá uma mudança em vários itens do regulamento. Acesse a proposta aqui.

Até mesmo o nome do fundo será alterado, atualmente é CSHG BRASIL SHOPPING e tornará HEDGE BRASIL SHOPPING e várias outras menções sobre a atual administradora serão alteradas.

A troca parece ter sido acordada pela partes e não aparenta ser um take over hostil. Após redução da taxa de administração proposta pela Hedge que possui boa parte do HGBS11, através dos FOF geridos pela casa, HFOF11, TFOF11, FOFT11. A CSHG achou que não compensava mais financeiramente para ela e resolveu passar a administração.

A proposta conjunta da Atual Administradora e da Nova Administradora é pela  provação da matéria.
Estabelecida a redução da taxa de administração do Fundo para um patamar abaixo da média de mercado de fundos de gestão ativa de shopping centers, sem a instituição da taxa de performance proposta pela Atual Administradora em maio deste ano, a Credit Suisse Hedging-Griffo concluiu que tal remuneração é inadequada, e não condiz com o nível de excelência de serviços empreendido pelo Credit Suisse.

BRCR11

O fundo apresentou Fato Relevante sobre a troca de ativos com a Brookfield.

Os ativos do fundo que serão alienados possuem um valor total de R$ 1.328.510,00 (um bilhão, trezentos e vinte e oito milhões, quinhentos e dez mil Reais), são eles:

  • 51% da fração ideal do Edifício Eldorado Business Tower.
  • 100% da participação dos Fundos no Edifício Flamengo do Bloco A.
  • 100% da participação dos Fundos no Edifício Morumbi.
  • 75% da fração ideal do ativo Edifício Brazilian Financial Center – “BFC”.
  • 100% da participação dos Fundos no Edifício Torre Almirante.

Os ativos da Brookfield possuem valor total de R$ 671.800.000,00 (seiscentos e setenta e um milhões e oitocentos mil Reais), são eles:

  • 50% do Edifício Cidade Jardim em SP.
  • 20% do Edifício Senado no RJ.
  • 100% Edifício MV9 no RJ.

Existe duas opções de compra dos ativos, BFC e Torre Almirante, caso o fundo queira recomprá-los no futuro.

Com essa troca o fundo que hoje possui 229.426,00 m² de Área Bruta Locável, passará a ter 173.035,00, uma redução de 56.391,00 m², aproximadamente uma queda de 25%.

A expectativa de amortização dessa venda é de R$10,57 no fechamento da operação e mais R$3,80 a prazo, no total R$ 14,37.

A vacância física de setembro é 33,2% após a troca a nova vacância será 24,6%. A meu ver não é uma queda tão expressiva visto que a maior parte da vacância do fundo está no Cenesp e esse ativo não entrou na negociação.

Abaixo temos como ficará o portfólio após a troca. O fundo passará ter 80% do portfólio em São Paulo, se somar a opção de compra do CRI Urbanity.

portifoliobrcr

MFII11

Nessa semana saiu um novo Ofício da CVM apontando novas exigencias, que são a reapresentação dos Informes mensais como o novo valor patrimonial do fundo junto com a metodologia e memorial de cálculo.  A correção dos informes trimestrais referentes aos swaps com as cotas do fundo CARE11, e publicação disso tudo no ambiente FundosNET da bolsa.

Isso tudo foi cumprido na sexta feira dia 15/09, pode conferir os documentos na cronologia abaixo, os investidores ficam na expectativa para que tudo seja analisado pelo colegiado na próxima terça feira e quem sabe o fundo possa voltar a negociar na próxima semana, suspensão que dura desde o dia 18 de julho.

O fundo teve uma queda no seu Valor Patrimonial, que antes era R$106,98 após a amortização e de acordo com o último informe é R$99,03. Uma redução de 15,9 milhões na reavaliação, por causa da mudança do método de contabilização proposto pela CVM.

Cronologia MFII11

IFIX 2.132,51
SEMANA -0,15%
30 DIAS -0,59%
ANO -4,22%
12 MESES -2,67%

Se você investe em fundos e não tem tempo para ficar lendo os Relatórios Gerenciais ou os informes mensais, não deixe de conhecer o Radar de FII. 83 Fundos Imobiliários atualizados diariamente para completar seu estudos.

Relatórios Gerenciais

Fatos Relevantes

Os fundos citados aqui não são indicação de compra ou venda ou manutenção!

button_conheca-o-radar-de-fii

Quer investir em Ações e não sabe o que fazer? CLIQUE AQUI

Gostou do texto? Curta e compartilhe usando os botões abaixo! Use a caixa na lateral para se inscrever e receber atualizações do blog!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.